Descubra se a maneira como você cuida do cabelo está fazendo bem aos fios:

1. Esfregar a toalha

O cabelo não fica mais seco com esse esfrega-esfrega. Para tirar a umidade sem danificá-lo, basta apertar a toalha com cuidado. E nada de fazer aquele rolinho na cabeça, hein? Ele quebra todo o cabelo.

2. Substituir o condicionador pela máscara

Máscara e condicionador são coisas diferentes. O certo é usar o xampu para abrir a cutícula dos fios; a máscara, para hidratá-los; e, então, o condicionador, que finaliza selando a cutícula.

3. Aplicar condicionador na raiz

Isso aumenta a oleosidade do cabelo e pode dar caspa. O condicionador deve ser usado, portanto, apenas no comprimento e nas pontas. Quem tem o cabelo curto deve colocar nas mãos o equivalente a uma moeda de R$ 0,50 do produto e passar, de leve, só nas pontinhas.

4. Pentear o cabelo molhado

Até dá, mas com a escova certa, já que o cabelo úmido quebra facilmente. Escolha os modelos quadrados (ou raquete) ou pentes de madeira. E cabelo embaraçado precisa de creme de pentear!

5. Fazer hidratação na praia

Esse hábito bem intencionado pode “fritar” seu cabelo. Quer manter os fios macios e brilhantes no verão? Use produtos que protejam contra os raios solares.

6. Lavar com água “pelando”

Ninguém precisa tomar banho de água fria, mas também não é preciso regular o chuveiro para inverno, se é verão. Senão as cutículas se abrem, aumentando a oleosidade na raiz e irritando o couro cabeludo. Tome banho morno, vai!

7. Esquecer o termoativo

Não passar um defrizante termoativado antes de secar os fios é crime! Esse produto protege o cabelo contra o calor do secador, deixando-o mais saudável.

8. Prender com elástico

Ele aumenta a quebra dos fios, além de favorecer a queda. Prefira os modelos específicos para cabelo, largos e macios, ou até mesmo piranhas. E faça rabos de cavalo mais soltinhos.

9. Usar chapinha para ajeitar os fios

A chapinha serve para alisar o cabelo logo após a lavagem e quando ele já estiver bem seco (após o uso do secador ou a secagem natural). Passar a chapinha no dia seguinte à lavagem, para dar aquela arrumada básica, facilita a penetração de poluição e outras sujeiras na fibra capilar. Não e não!

10. Passar química em casa mesmo

Apesar da economia tentadora, progressiva e relaxamento devem ser feitos no salão, porque as chances de algo dar errado são grandes – e os danos, irreparáveis.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *